Connect with us

O que você está procurando?

Alimentação

Estudo aponta alimento que pode causar queda de cabelo; saiba qual

Pesquisa analisou dietas ricas em gordura para investigar o surgimento de câncer, mas encontrou causa para queda de cabelo

Estudo aponta alimento que pode causar queda de cabelo; saiba qual
Estudo aponta alimento que pode causar queda de cabelo; saiba qual - Foto: Shutterstock

Uma pesquisa publicada recentemente na revista científica Cell Reports descobriu por acaso a relação entre um alimento e a queda de cabelo. Inicialmente, os pesquisadores buscavam analisar dietas ricas em gordura com o objetivo de identificar qual tipo de gordura poderia promover o crescimento de tumores cancerígenos. 

Para isso, a equipe trabalhou com testes em camundongos. No entanto, eles não esperavam descobrir os efeitos desses alimentos na ocorrência da calvície. Segundo o estudo, o óleo de peixe pode ser um causador da queda de cabelo. Já a manteiga de cacau, também rica em gordura, não apresentou o mesmo efeito.

Durante a fase de testes, os pesquisadores submeteram três grupos de camundongos a diferentes dietas: óleo de peixe, óleo de palma e uma dieta normal. Após um período de tempo, os ratos que consumiram a dieta rica em óleo de peixe começaram a apresentar perda de pelos nas regiões das costas. Essa observação despertou o interesse dos pesquisadores, e por isso eles aprofundaram a investigação.

Por que esse alimento leva à queda de cabelo?

Através do uso da técnica de fluorescência, os pesquisadores conseguiram rastrear o percurso da gordura dentro do corpo dos roedores. Assim, eles constataram que o ômega-3, presente no óleo de peixe, se acumula na pele desses animais.

Ao se depositar na derme, o óleo desencadeia uma resposta de citocinas e estimula o sistema imunológico, desencadeando um processo de morte das células foliculares. A consequência é a queda dos fios.

De acordo com os autores do estudo, a dieta rica em óleo de peixe não é normalmente associada a distúrbios de perda de cabelo em humanos. Apesar disso, embora não haja evidências científicas sólidas, acredita-se que o ômega-3 beneficia os folículos pilosos e o couro cabeludo, melhorando a circulação sanguínea.

No entanto, os pesquisadores afirmam que as dietas nos Estados Unidos, por exemplo, geralmente contêm quantidades muito baixas de ômega-3, o que pode subestimar os efeitos adversos dos suplementos no crescimento capilar.

“Curiosamente, observamos que nações que dependem fortemente de peixes gordurosos como fonte de alimento, como o Japão, apresentam maior incidência de perda de cabelo em comparação com outros países asiáticos”, afirmam os pesquisadores.

Advertisement

Você também vai gostar

Doenças

Tomar a vacina e evitar mudanças bruscas de temperaturas estão entre as medidas essenciais para evitar doenças do outono e inverno

Doenças

Alto número de casos de dengue no Brasil assusta a pais e responsáveis por crianças e recém-nascidos, que são mais suscetíveis à doença

Doenças

Nem só de espirros é feita a alergia a ácaros. Conheça outros sinais do problema e como combatê-lo diretamente na raiz

Doenças

A cantora Halsey deu a entender em postagem no Instagram que está enfrentando lúpus. Conheça os sintomas da condição que não tem cura